História da Calça Legging

A calça legging é uma peça de roupa que cobre as pernas, desde a cintura até os tornozelos, e que se ajusta ao corpo, realçando as formas. Ela pode ser feita de diversos materiais, como algodão, lã, seda, couro, náilon, lycra e elastano. A legging é muito versátil e confortável, podendo ser usada tanto para a prática de atividades físicas quanto para compor looks casuais ou sofisticados.

Mas você sabe como surgiu a legging? Hoje vamos explorar a história da calça legging, uma das peças que mais utilizamos no dia a dia e sequer conhecemos suas origens. 

Como surgiu a Legging?

A origem dessa peça remonta aos tempos antigos, quando os homens usavam calças justas de couro ou lã para se proteger do frio e dos insetos. Essas calças eram chamadas de hose ou chausses e eram usadas por cavaleiros, soldados, nobres e camponeses.

Calças utilizadas na época medieval: hose e chausses

No século XIV, as hose se dividiram em duas partes: uma que cobria a parte inferior da perna e outra que cobria a parte superior. Essas partes eram amarradas por cordões ou fitas na cintura. As hose inferiores eram chamadas de stockings ou meias e as superiores de trunks ou calções.

No século XVI, as hose se tornaram mais elaboradas e coloridas, seguindo as tendências da moda da época. Elas passaram a ser feitas de seda ou veludo e a ter bordados e rendas. As hose também se tornaram mais longas, cobrindo toda a perna até o pé. As hose eram usadas principalmente pelos homens, enquanto as mulheres usavam saias longas que escondiam as pernas.

Pintura que ilustra as ventimentas Hose e Chasseus citadas

No século XVIII, as hose foram substituídas pelas calças, que eram mais largas e soltas. As calças se tornaram a peça de roupa masculina por excelência, enquanto as hose ficaram restritas ao uso feminino ou infantil. As hose femininas eram chamadas de pantaloons ou calças compridas e eram usadas por baixo das saias como uma forma de proteção e modéstia.

No século XIX, as hose femininas se tornaram mais curtas e justas, chegando até o joelho ou a panturrilha. Elas eram chamadas de bloomers ou calças de balão e eram usadas pelas mulheres que praticavam esportes ou que defendiam os direitos femininos. As bloomers causaram escândalo na sociedade conservadora da época, que considerava indecente mostrar as pernas femininas.

Claça Bloomers

No século XX, as hose femininas voltaram a se alongar e a se ajustar ao corpo, seguindo as influências culturais do cinema, da música e da dança. Elas eram chamadas de leggings ou calças justas e eram feitas de materiais sintéticos como o náilon e o elastano.

As leggings se popularizaram nos anos 50 com as atrizes Audrey Hepburn e Marilyn Monroe, nos anos 60 com as modelos Twiggy e Jean Shrimpton, nos anos 70 com as cantoras Donna Summer e Olivia Newton-John, nos anos 80 com as ginastas Nadia Comaneci e Mary Lou Retton e nos anos 90 com as bandas Spice Girls e TLC.

Atrizes anos 60 usando Calça Legging

No século XXI, as leggings se consolidaram como uma peça de roupa feminina essencial, podendo ser encontradas em diversas cores, estampas, cortes e detalhes. As leggings podem ser usadas com camisetas, blusas, casacos, vestidos, saias, botas, tênis e sandálias. As leggings também podem ser usadas para diferentes ocasiões, desde o trabalho até a balada. As leggings são uma peça de roupa que expressa personalidade, estilo e conforto.

Calças Leggings e Roupas Fitness Feminina é na Monnieri

Agora que você já conhece a história das calças leggings, que tal aproveitar para conhecer a loja virtual da Monnieri e seus diversos produtos? A Monnieri é uma marca especializada em roupas femininas de qualidade, conforto e estilo. Na Monnieri, você encontra não só calças leggings, mas também calças corsário, bailarina, bermudas, short saia e muito mais. São peças que se adaptam ao seu corpo e ao seu gosto, com cores, estampas e detalhes que fazem a diferença.

Acesse o site da Monnieri e confira as novidades e as promoções. Você vai se surpreender com a variedade e a qualidade das nossas peças.